Prazo médio de faturamento e prazo médio de recebimento: saiba calculá-los!

  • Home
  • Cobrança
  • Prazo médio de faturamento e prazo médio de recebimento: saiba calculá-los!

A concessão de crédito contribui bastante para aumentar as vendas e melhorar o desempenho comercial da empresa. Quanto mais rápido entrar dinheiro no caixa, melhor será o seu planejamento financeiro para programar pagamentos de contas e prever investimentos para o crescimento dos negócios.

Uma das ferramentas que auxilia a contabilidade de uma empresa é o controle de prazo médio de faturamento (PMF) e prazo médio de recebimento (PMR). Esses dois indicadores são de suma importância para traçar os planos de negócio e manter o controle econômico da companhia.

Pensando nisso, desenvolvemos este post que explicará o passo a passo de como realizar os cálculos de PMF e PMR. Acompanhe!

Como calcular o prazo médio de faturamento e prazo médio de recebimento?

Antes de começarmos a desenvolver cálculos, é necessário entender exatamente o que significa esses indicadores financeiros.

O prazo médio de faturamento demonstra a relação de tempo que a empresa levará para receber seu dinheiro relativo a soma de todas as vendas ou serviços prestados em determinado período. Nesse cálculo, deve ser levado em conta o risco de vendas e prestação de serviços a prazo.

Já o prazo médio de recebimento serve para indicar o tempo que uma empresa leva para receber por suas vendas e/ou prestação de serviço.

Calculando o PMR e o PMF

Para calcular o PMR é necessário ter em mãos os seguintes dados:

  • a data de emissão do título;
  • a data de pagamento do título;
  • o total de prazo para pagamento em dias;
  • e o valor da nota.

Com todos os títulos em mãos você pode criar uma tabela, em que cada coluna representará aos dados acima citados. Em seguida, você incluirá mais três colunas: uma contendo a identificação da nota fiscal ou título, outra o valor ponderado e, a última, a média ponderada por período. Então, essa tabela conter 7 colunas e variáveis números de linhas, a depender da quantidade de títulos.

Cálculos:

  • Prazo de pagamento = (vencimento) – (emissão);
  • Valor ponderado = (prazo de pagamento) x (valor da nota);
  • Média ponderada por período = (valor ponderado) ÷ (valor da nota).

Depois de relacionar todas as notas e seus devidos cálculos é chegada a hora de calcular o valor montante, que é dado pela seguinte fórmula:

PMR = [Soma (prazo de recebimento X valor do título)]                                                  [Soma (valores dos títulos)]

Para calcular o prazo médio de faturamento serão utilizadas as mesmas fórmulas, a única mudança consiste na troca do prazo de pagamento em PMR pela data de vencimento para PMF.

O cálculo da montante também é o mesmo:

PMF = [Soma (prazo de faturamento X valor do título)]                                             [Soma (valores dos títulos)]

Interpretando os dados

Conhecer o PMR e o PMF permite fazer uma comparação entre os dois indicadores. Assim, é possível perceber o risco de crédito e o tempo de retorno financeiro. Dessa forma, a empresa poderá formular melhores estratégias de cobrança.

A recomendação é tentar reduzir ao máximo os valores do prazo médio de recebimento e faturamento.

Como saber se meu resultado é satisfatório?

Depois de tantos cálculos e análises é a hora de se auto avaliar, usando parâmetros de comparação.

Uma opção é que você pode confrontar os seus resultados com os de outras empresas. Isso é uma estratégia de benchmarking, um instrumento muito importante para a gestão empresarial. A ideia é incentivar o crescimento da empresa com seus resultados ao acompanhar a de seus concorrentes.

Identificar o perfil do seu principal adversário e criar alianças com ele podem auxiliar na obtenção de informações como essas. Dessa forma, saberá se seus resultados estão bons ou ruins.

O principal objetivo de calcular o prazo médio de recebimento e o prazo médio de faturamento é ajudar principalmente os gestores de crédito e cobrança a saberem como agir diante um cenário financeiro não muito satisfatório para a empresa devido a liberação de compras a prazo. Além disso, por meio desses dados é possível traçar planos e objetivos mais audaciosos, fazendo com que a empresa cresça vertiginosamente.

Espero que tenha gostado do nosso post! Para receber atualizações e mais informações interessantes como essas, basta nos seguir no Facebook e no Linkedin.

Deixe um comentário